Livro do Mês

Queremos divulgar neste separador,  livros representativos da literatura nacional e universal.
 Livro do Mês de Outubro
 Podem folhear e ler uma das 10 histórias que o livro contem. Aqui.

ESQUECI-ME COMO SE CHAMA

“Esqueci-me como se chama” reúne 10 textos da obra infantil de uma das vozes mais originais da literatura russa do séc. XX: Daniil Harms.
Histórias e poemas humorísticos, sempre dominados por uma visão absurda e carnavalesca do quotidiano, onde ficamos a conhecer a Lenotchka, que frustra todas as tentativas do seu amigo Igor para escrever uma história, porque, segundo ela, todas as histórias por ele imaginadas já foram escritas. Assistimos a um hilariante diálogo sobre uma visita a um jardim zoológico e a uma corrida que alguns animais fazem para descobrir quem será o mais rápido. Conhecemos o Vova, personagem que parece estar condenado a beber eternamente óleo de peixe. Tentamos descobrir como gritam os ouriços e como é possível alguém não conseguir dizer gaulinha, quer dizer, gaulinhalinha, ou seja, galinhalenha... Ficamos a saber como contrariar a teimosia de um burro. Aceitamos o convite do autor, que nos envia uma fotografia para desvendar um caso misterioso.

 O Autor
 DANIIL HARMS.
Nascido em 1905, Daniil Harms, aquele que é hoje considerado um dos grandes escritores e dramaturgos da história da literatura russa, morreu de fome durante o rigoroso inverno de 1942, esquecido numa prisão russa para doentes mentais. A mala com os manuscritos foi milagrosamente recuperada de entre os destroços da casa bombardeada, durante o cerco nazi a Leninegrado, pela mulher e por um amigo.

O Ilustrador
GONÇALO VIANA iniciou a sua carreira de ilustrador em 1983. Tinha oito anos de idade. Acabara de ilustrar o seu primeiro livro, "O Super Papagaio”. Depressa chegou à conclusão de que quando fosse grande queria ser, como lhe chamou na altura, um desenhista. Entretanto aconteceu um curso de arquitectura e em 2002 iniciou enfim a carreira com que sempre sonhara. As suas ilustrações são presença assídua nas principais publicações portuguesas. Fora do âmbito nacional tem mantido parcerias com o New York Times e a revista HOW. Em 2004 recebeu um Award of Excellence da Society for News Design (SND) e em 2008 foi premiado com o Grande Prémio Stuart de Desenho de Imprensa. Em 2011 foi incluído na selecção "200 Best Illustrators Worldwide" da revista Lüerzer's Archive. O seu trabalho no livro "Esquecime como se chama" foi premiado pela revista 3x3 na sua selecção anual de ilustração infantil.




 Livro do Mês de Setembro




































  



Recados da Mãe de Maria Teresa Maia Gonzalez
Edição: 2010

Páginas: 160
Livro recomendado pelo Plano Nacional de Leitura para os 7º, 8º e 9º anos de escolaridade, destinado a leitura autónoma.
Excerto:
«Pode ser que a mãe tenha pedido a esse pássaro para ir ter contigo à tua sala, para te fazer companhia...
A ideia era boa demais, mas tão apetecível que não resisti a perguntar:
- Achas que a Mãe, agora, pode falar com os pássaros, Clara?...
- Porque é que não há-de poder? Ela não está no Céu? Os pássaros não andam por lá também? Então?!
Esta obra relata-nos a vivência e a cumplicidade entre duas irmãs e a sua capacidade para enfrentarem a mais  difícil situação das suas vidas. Maria Teresa Maia Gonzalez é também autora dos conhecidos sucessos editoriais A Lua de Joana  e  O Guarda da Praia, todos eles existentes na biblioteca da tua escola. Requisita-os e fica a conhecer melhor esta escritora.

 

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...